Por que é que você tem um blog?

Gente nunca escrevi um post tão triste, chocada e decepcionada quanto estou escrevendo esse aqui, ontem a noite eu me deparei com uma publicação horrível de uma blogueira que eu gostava muito falando um besteira tão grande, querendo ter privilégios só por ser blogueira da Capricho como se todos os outros trabalhadores de outros lugares ou pequenas blogueiras – como eu – que mantém seu blog por amor e carinho fossem inferiores e não tivessem o mesmo direito.

gi uni

Qualquer coisa cliquem na imagem pra ficar maior, não deixei o nome, nem a foto da pessoa aparecer porque não quero denegrir ninguém mas tudo isso me fez pensar: por que é que você tem um blog? É pra ganhar presente das lojas? É pra lotar de publi e se encher de dinheiro? É pra ter privilégios que outros trabalhadores não podem ter? Porque se for me avisa que eu não quero ler seu blog não! Se você acha que por ter um blog com muitos acessos e com parceria com a Capricho você é melhor do que alguém ou deve ter tratamento diferenciado, por favor, me avisa logo que não quero ler nada do que você escreve porque eu sei que não vai ser de coração, vai ser pensando nisso, em dinheiro, em parceria, em privilégio! Tenha um blog por amor a escrita, por gostar de dar dicas, por querer ser formador de opinião, e não se ache melhor do que ninguém quando ele começara ficar famoso.  Ontem mesmo eu entrei num blog que os primeiros três posts eram de lojas ou publieditoriais, para né? Ter parceria normal, fazer um post falando dos seus parceiros, normal, mas só ter isso? Só blogar por dinheiro? Se achar mais que os outros por ter um blog famoso?Por favor, não.. 

-Alana Bastos

Anúncios

12 pensamentos sobre “Por que é que você tem um blog?

    • Eu acho que até valeria se ela estivesse indo a trabalho pra fazer uma matéria pra Capricho, mas ela não tava, acho ser blogueiro pode ser profissão, mas não é uma profissão melhor que a dos outros né… achei mega chato : s

      Curtir

  1. Concordo com você sobre o que ultimamente os blogs tem feito. Acredito que para mim ter uma loja querendo fazer parceria com o meu blog significa que o mesmo tem chamado atenção, mas sempre fico me perguntando o blog vai ser meu ou ele vai se tornar de publicitários? Por isto prefiro manter o meu blog como algo que gosto de fazer, dividir minhas opiniões, pensamentos, falar dos livros que leio ou das lojas legais que vi na internet. Afinal, acho que um blog serve para isto,

    Curtir

    • É eu penso muito nisso também, fico triste quando vejo as blogueiras famosas agirem assim, usando o blog pra privilégios dessa forma como uma mercadoria, sinto falta da paixão e do amor por blogar, mas vamos manter nossos cantinhos cheios de amor que uma hora isso vai ser reconhecido né? Obrigada pela visita e pelo comentário : )

      Curtir

    • Eu curtia o tumblr também, mas senti falta da interatividade, da pessoa poder comentar e você dar dicas, ai voltei pro blog, espero que surja uma geração de pessoas que fazem por amor e não por dinheiro ou privilégios, só isso : ) Bjoos

      Curtir

  2. Alana, eu acho todo esse escândalo em cima da moça uma besteira sem fim. Isso porque foi um jogo de interpretações. Se você notar, não está explícito que a menina queria, de fato, entrar sem pagar ou furar fila porque é blogueira da Capricho. Está claro que ela foi conversar com a hostess, se apresentou e teve a intenção de entrar pra ver como estava a balada antes de pagar. E isso é extremamente normal, independente de qualquer status social, nas baladas. As pessoas entram acompanhadas pelo segurança ou a hostess, olham pra ver se está cheio, se vale a pena enfrentar a fila e, caso gostem, voltam para as filas para esperar sua vez de entrar – mas dessa vez com a certeza de que vale a pena o dinheiro e o tempo gasto.

    O que eu achei completamente errado foi a forma que ela se expressou. Ódio, difamação, bobagem e mais bobagem. Ela falou muita besteira, sem dúvidas. E não sei se ela quis dar uma de João-sem-braço e aproveitar que estava lá dentro, pra ficar de vez na frente dos outros. Mas, de qualquer forma, não vale o ódio e a atenção que o caso teve.

    Achei tão curioso! Pessoas que reclamavam da (suposta) falta de respeito da menina sendo tão desrespeitosos quanto! Atacando as redes sociais da menina, xingando. Controverso, não?

    É só um caso de superatenção da internet e erros de interpretação — ou não.

    Beijos!

    Curtir

    • Eu acho que ela não precisava falar que era blogueira da Capricho porque não ia mudar nada, mas na cabeça dela ia, então achei forçado, o problema n foi querer olhar a balada antes mas chegar botando banca “nossa eu sou blogueira da capricho” achei chato sim. Mas obrigada pela visita e pelo comentário Vivian sou aberta a todas as opiniões kk

      Curtir

Opine e faça uma Alana feliz ; ) Ah, e se você também é blogueira deixa o link no fim do comentário pra eu conhecer o seu cantinho!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s