Transtorno necessário: preciso falar de meio ambiente – GiouGiou, Café e Purpurina

Eu realmente não queria ter que ser obrigada a dizer às pessoas que existem pequenas atitudes do dia a dia que podem ajudar a melhorar a situação ecológica do planeta, mas eu me senti obrigada a falar disso depois de um fato que aconteceu comigo outro dia.

O Carnaval é uma das minhas datas favoritas. Sempre saio na sexta-feira e no resto dos dias eu fico em naqueles famosos blocos: UDN(Unidos da Netflix), UDMPPED(Unidos da Matéria para Por em Dia) e o UDLA(Unidos da Leitura Atrasada). Mas para que os blocos ocorram dentro dos conformes, a gente precisa ir ao mercado e abastecer a dispensa de muita comida, só que eu e meu pai acabamos esquecendo algumas coisas e eu tive que voltar ao mercado sozinha depois para comprar.

“Giovanna, vá à rua, por favor, comprar umas paradinhas lá que esquecemos.”

Prontamente calcei minhas Havaianas da Wonder Woman, peguei minha ecobag da Frida, minha carteira e celular e fui. Precisava comprar dois ou três produtos. Fiz como de praxe, mas em um mercado diferente do que costumo ir.

“Por favor, não ponha em sacolinhas plásticas, eu trouxe essa bolsa.”, e dei minha ecobag favorita para que a moça pusesse minhas compras, mas ela não o fez, botou tudo nas sacolinhas do mercado. Paguei minhas coisas e, com a boa vontade que ela não teve, retirei tudo das mesmas bolsinhas e pus na minha. Ela me fuzilou com o olhar, mas será que ela sabia que cada uma dessas bolsinhas leva de 100 a 400 ANOS para se decompor? Pois é…

Além de ecológicas e econômicas, essas bolsas também são baratas e bonitas. Para quem gosta de uma coisa mais alternativa, como eu, as minhas são do site Dom Camisetas, mas para quem gosta de coisas mais fofinhas, sempre tem aquela lojinha no centro da cidade que vende esse tipo de bolsa. Só tem que conferir se a bolsa é realmente resistente e ecológica. Nesse site que eu compro, por exemplo, eles já dão essa dica antes mesmo de adicionar ao carrinho: “as sacolas de brim são ideais para quem quer carregar seus livros para a escola, para quem faz compras e precisa de uma sacola resistente, para quem quer abandonar essa cultura poluidora do uso de sacolas plásticas dos supermercados”.

Outra atitude que pode mudar muita coisa é carregar uma garrafinha na bolsa. Nos é recomendado ingerir 2l de água por dia e além de conseguir controlar essa quantidade tendo como referencial a quantidade de garrafinhas – a minha por exemplo é de 500ml, então eu tenho que beber quatro vezes ela inteira todos os dias –, tem outros benefícios. Vamos pensar: se é preciso beber 2l de água todo dia, isso são quatro garrafinhas de água, aproximadamente e se cada uma delas custa, em média, R$3, por dia já são R$12 e aproximadamente 200 ANOS para cada uma daquelas garrafinhas se decompor na natureza.

Eu uso a minha garrafinha da seguinte forma: sempre encho-a de água em qualquer lugar que eu chegue e tenha água de graça, como em shoppings, na escola, no curso, além de já sair de casa com ela cheia; é uma filosofia minha não pagar por água ao menos que seja um caso extremo. Mais uma vez eu comprei um produto com “eco” no nome, a “ecotupper”, da Tupperwere, que embora hoje esteja custando meio caro, na época que eu comprei era menos da metade do preço, o produto é de super qualidade e dura muitos e muitos anos. Ela também não é térmica, e para mim isso não faz diferença, mas se faz para você, existem muitas lojinhas de artesanato que vendem bolsinhas térmicas que as próprias pessoas da cidade fazem, o que mais uma vez é muito legal porque você compra do pequeno empreendedor, o que além de ajudá-lo a crescer, não banca o alto empresariado, que a gente sabe que não cheira muito bem, já dizia Cazuza que “a burguesia fede, a burguesia quer ficar rica” e que “enquanto houver burguesia não vai haver poesia”.

A minha última “dica” de coisa que eu faço que além de ser bom pra natureza me ajuda muito é a dica do copinho de café. Ser viciado em café é uma tendência de todo jovem vestibulando, universitário e de pessoas que moram em lugar frio, mas todo mundo deveria tomar café porque é muito bom, rs! Por ser frequentadora assídua do Starbucks e por colecionar copos, minha madrinha me deu um copo de café quente reutilizável de lá. Ele é igual ao de papel, mas é de plástico e você pode lavar e usar 835mil vezes se quiser. Mesmo na minha cidade não tendo essa cafeteria, eu ando com ele na mochila, porque eu sempre compro café na padaria quando eu estou indo pra escola, principalmente no inverno, quando os termômetros baixam muito por aqui, chegando às vezes a 0°C, como foi no ano passado. Se você está disposto e/ou quer investir num copo térmico, também é bem legal. Eu tenho um que, infelizmente não achei na internet para linkar aqui, já que veio de fora, mas eu comprei um aqui na minha cidade para a minha mãe e também funciona muito bem, ele é da Ludi e a minha mãe é de capricórnio – pausa pro choro. O copo reutilizável do Starbucks também não está no site deles, mas não é tão difícil achar uma loja deles por aí.

Como consideração final, eu separei uma tabelinha para vocês pensarem um pouco antes de jogar lixo no chão ou não separar para a reciclagem.

  • Papel: 3 meses
  • Casca de frutas de 3 meses
  • Guardanapos: 3 meses
  • Palito de fósforo: 6 meses
  • Pontas de cigarro: de 1 a 2 anos
  • Embalagens de papel: de 1 a 4 meses
  • Fósforo: 2 anos
  • Jornal: 2 a 6 meses
  • Papel: 3 anos
  • Chiclete: 5 anos
  • Nylon: de 30 a 40 anos
  • Garrafa de plástico: mais de 100 anos
  • Tecido de 100 a 400 anos
  • Latas de alumínio: de 100 a 500 anos
  • Tampas de garrafas: de 100 a 500 anos
  • Sacos e copos plásticos: de 200 a 450 anos

Um beijo, um abraço, fui!

GiouGiou =)

gio

Giovanna Abraçado Quitete tem dezesseis verões completos, é papagoiaba, nascida na Grande Rio de Janeiro, seu apelido favorito é ‘GiouGiou’ e sonha – e vai – ser professora de História. Gosta de ler, de ouvir Elis Regina e de visitar museus. No Instagram ela é @ggquitete, no Twitter ela também é @ggquitete e no Snapchat é só tirar o @ e ela é ggquitete.

Anúncios

Opine e faça uma Alana feliz ; ) Ah, e se você também é blogueira deixa o link no fim do comentário pra eu conhecer o seu cantinho!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s